Covid-19: Prefeitura de Passos endurece medidas restritivas até 4 de abril

Prefeitura de Passos endurece medidas de restrição até 4 de abril — Foto: Reprodução/EPTV

A Prefeitura de Passos (MG) publicou na noite desta segunda-feira (29) um decreto com medidas mais restritivas para o município. Entre as novas determinações estão a proibição de cultos, fechamento de agências bancárias e casas lotéricas, além da lei seca e o funcionamento dos supermercados por delivery.

O novo decreto começa a valer nesta quarta-feira (31) e segue até o dia 4 de abril. Segundo o documento, serviços como feiras livres, cultos religiosos e a venda de bebidas alcoólicas estão permitidos até esta terça-feira (30).

O município segue as medidas impostas pela onda roxa, mas este novo decreto é ainda mais restritivo. Apenas os serviços essenciais como farmácias, postos de combustíveis, fisioterapia, serviços de saúde para atendimento de pessoas com síndromes gripais, assistência veterinária, construção civil e prestação de serviços de limpeza poderão funcionar presencialmente.

A rede de hotelaria poderá funcionar apenas para isolar pacientes com Covid-19, caso seja necessário. Segundo o decreto, supermercados, padarias só poderão funcionar em sistema delivery. Lojas que vendem materiais para construção civil também só podem em sistema de entregas. Não será permitida a retirada no balcão.

Os restaurantes podem funcionar somente por delivery e com 50% dos funcionários. Todos devem usar equipamentos de segurança como as máscaras.

As casas lotéricas e os bancos ficarão fechados. Os cultos religiosos poderão ser realizados apenas online.

Também está proibida a circulação de pessoas nas ruas. Só pode circular quem estiver indo para o trabalho essencial ou atendimento médico. Transportes públicos e particulares também podem funcionar.

O decreto proíbe a venda e a comercialização de bebidas alcoólicas na cidade.

Comentários: