Mococa confirma 4 casos da variante brasileira do novo coronavírus

Foto: Arquivo EPTV

variante brasileira do coronavírus foi identificada em quatro pacientes de Mococa (SP) positivados com Covid-19. Segundo prefeitura, a transmissão pode ser autóctone, já que há caso em morador que não viajou e não teve contato com pessoas que viajaram.

A P.1, identificada primeiro em Manaus, é mais transmissível e pode driblar o sistema imune de indivíduos já infectados pela Covid-19 e causar uma nova infecção. Na região, Araraquara Araras também identificaram a variante.

Localizada na região nordeste do estado de São Paulo e com 68,9 mil habitantes, Mococa soma 3.653 casos de coronavírus e 84 mortes desde o início da pandemia e tem mais de 100% dos leitos de UTI ocupados há, pelo menos, 17 dias.

Confirmação

De acordo com a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Joanna Jones, foram confirmados casos da variante em moradores infectados no início de janeiro e de fevereiro.

“Esse de fevereiro é transmissão autóctone, porque o paciente não tem histórico de viagem ou contato com gente de fora. A gente sabe que está circulando, não dá pra dizer o percentual, quantos dos casos são da variante, porque esses testes são feitos em quantidades pequenas”, disse a coordenadora durante uma live realizada na página oficial da administração no Facebook.

A prefeitura informou que enviou as amostras para o laboratório Adolfo Lutz e foi comunicada da presença da nova cepa por meio de uma ligação telefônica na quinta-feira (11). Não foram divulgadas informações e estado de saúde dos pacientes com a variante.

Via G1 Mococa

Comentários: