Prefeito de Paraíso que não aderiu à Onda Roxa dá bronca na população e avisa: ‘Acabou a farra’

O prefeito de São Sebastião do Paraíso, Marcelo Morais (PSC), disse em live por uma rede social neste domingo (21) que não aderiu à Onda Roxa do Governo de Minas Gerais pois está baseado em números do controle da Covid-19 na cidade. Ele ainda deu uma bronca na população que não está ajudando no controle da doença no município e decretou: “Acabou a farra”.

“Amanhã vai funcionar normal, eu peço para as pessoas trabalharem de forma correta, sigam os protocolos de segurança, façam o que tem que ser feito, porque se piorar os números eu tenho que fechar, então depende é de vocês. Se você ver alguém na rua sem máscara exija que ela usa máscara, se você está vendo um bar cheio de gente liga no 153, não fica de ‘mimizera’ no Facebook. Só que acabou a farra, acabou!”, disse o prefeito.

São Sebastião do Paraíso é uma das três cidades do Sul de Minas que ainda não aderiram à Onda Roxa imposta pelo Governo de Minas na região. A cidade adotou parcialmente as regras, mantendo o comércio aberto, mas restringindo a circulação das pessoas entre 20h e 5h, conforme determinado pelo governo do estado.

“20% desse contaminados estão em circulação na parte do dia da cidade, 80% tiveram contato na parte da noite, em alguma festa, alguma situação. Se a pessoa bebe à noite e sofre um acidente, não tem UTI para colocar. Nós não somos os donos da verdade, mas decidimos baseados em números que nós temos. Na hora que os números não me derem sustentação de segurar, eu não vou segurar”, disse o prefeito.

Prefeito de São Sebastião do Paraíso mostra gráficos e diz que se baseia em números — Foto: Reprodução EPTV

Durante a live, o prefeito ainda criticou o governo do estado, que não teria dado respostas a solicitações dele para o município e disse que quem manda na prefeitura da cidade é o povo de São Sebastião do Paraíso.

“Acabou a farra, eu estou baseado em números. Enquanto eu tô baseado em números, ninguém muda a minha ideia. E eu respeito a Justiça, o Ministério Público, todos os promotores. Só que se quer fechar tudo, porque a loja do Zema está aberta?”, questionou o prefeito.

O prefeito ainda pediu para que as pessoas ajudem a prefeitura e denunciem aglomerações.

“Nós estamos tentando organizar o negócio, tentando fazer com que as pessoas entendam. Se não entender, vai vir de cima pra baixo, vai fechar tudo e aí o que vocês querem fazer? Amanhã vai todo mundo trabalhar, sabe por quê? Porque eu tô segurando a bronca, sou eu. Liga 153, liga 190 que nós vamos lá. (apurar denúncias de aglomerações). Ontem nós fomos em chácara que tinha festa clandestina e tem gente achando ruim que a gente está fechando festa clandestina”, disse o prefeito.

Conforme o último boletim do município, São Sebastião do Paraíso tem 3.063 casos confirmados, com 107 mortes pela Covid-19.

Segundo dados da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), a cidade está em alta de novos casos há duas semanas. Na semana passada foram 82 novos casos e cinco mortes confirmadas.

Via G1 Sul de Minas

Comentários: