Projeto moderniza iluminação de 647 escolas públicas mineiras

Cemig / Divulgação

Mesmo com a pandemia, a Cemig manteve o trabalho para melhorar a gestão energética das escolas públicas estaduais de Minas Gerais. Em 2020, foram 647 instituições que tiveram a substituição de lâmpadas ineficientes por outras de LED. Ao todo, foram substituídas 212.137 lâmpadas.

“Antes dessa iniciativa, as instituições faziam trocas constantes de reatores e das lâmpadas. A substituição das lâmpadas elimina essa necessidade. Além disso, a nova iluminação vai dar mais conforto aos alunos e professores quando as escolas retornarem as atividades presenciais após a pandemia de covid-19 “, explica o coordenador do Projeto Cemig nas Escolas, Neander Lima.  Ele destaca, ainda, que as novas lâmpadas têm durabilidade superior e diminuem os custos de manutenção das escolas.

Iniciativa

O Projeto Cemig nas Escolas descarta todas as lâmpadas ineficientes de modo seguro e de acordo com as melhores práticas ambientais. Além da modernização, 125 escolas da Região Metropolitana de Belo Horizonte tiveram a implantação de micro usinas fotovoltaicas.

Eficiência energética

Os investimentos da Cemig em escolas devem alcançar, no quinquênio 2018-2022, aproximadamente R$ 44 milhões, considerando a modernização da iluminação de todas as escolas estaduais dentro da área de concessão da Cemig. Ao todo, são 3.398 escolas. Também serão implantadas 125 micro usinas fotovoltaicas em instituições de ensino da Região Metropolitana de Belo Horizonte.

O Programa de Eficiência Energética (PEE) da Cemig, regulado pela Aneel, é responsável por aplicar, conforme legislação, o percentual estabelecido da receita operacional da companhia em ações que promovem o uso racional da energia elétrica e a redução do desperdício desse recurso com foco na sustentabilidade.

Via Agência Minas

Comentários: