Thaeme compartilha processo de desmame da filha nas redes sociais

Por Redação

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda a amamentação exclusiva no seio materno, pelo menos, durante os seis primeiros meses de vida e, caso a mãe consiga e o bebê também, até os dois anos. Thaeme Mariôto avaliou que a pequena Liz está dormindo mal e isso poderia estar associado à fase de desenvolvimento e a amamentação. A cantora usou as redes sociais nesta segunda-feira, 4, para desabafar sobre o processo de desmame da filha, que está com um ano e oito meses.

“Estamos no terceiro dia (do desmame) e até agora eu tenho conseguido ser forte porque, na verdade, assim, a gente sofre muito mais do que os bebês em si pra desmamar. Eu estou desmamando a Liz agora porque ela tem dormido muito mal à noite e tenho colocado na balança os benefícios e malefícios, desde que ela nasceu para tudo”, ressalta.

Em meio à pandemia, famílias adiam desmame e desfralde. A cantora relata que a amamentação sempre foi um ponto positivo na maternidade para ela. “Eu amamentaria até os dois anos, mas chegou em uma questão que, se ela está dormindo tão mal assim, dormir bem é bem mais importante para ela nessa fase, para a imunidade e o desenvolvimento dela nessa idade… porque ela não depende muito do leite materno”, disse.

Thaeme contou que, para não ficar com o leite acumulado no seio, faz a ordenha uma vez por dia e está diminuindo a quantidade. “Pra não dar mastite e meu cérebro perceber o desmame aos poucos, uma vez ao dia eu tiro um pouco de leite e cada dia tiro menos. Não quis parar de uma vez porque o risco de mastite e empedrar tudo é muito grande”, concluiu.

Comentários: